Blog da ABDeC / RN

Filme Xica da Silva restaurado

Fonte: MinC/ Débora Palmeira

“Xica da Silva”

Filme restaurado pela Cinemateca Brasileira foi relançado em São Paulo

No dia 3 de junho de 2011, na Cinemateca, em São Paulo, aconteceu a cerimônia de relançamento do filme “Xica da Silva”. O longa, de 1976, que conta a história da escrava que tornou-se a primeira dama negra da história do Brasil, foi totalmente restaurado pela Cinemateca Brasileira, vinculada da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC), por meio do Programa de Restauro da Cinemateca Brasileira.

Carlos Magalhães, diretor da Cinemateca Brasileira, abriu a cerimônia destacando a importância do apoio da Petrobras e da SAv/MinC a um programa que, ao restaurar obras cujas matrizes se deterioraram, preserva a memória audiovisual brasileira.

O diretor do Centro Técnico Audiovisual, vinculado à Secretaria do Audiovisual do MinC, e presidente do Conselho da Cinemateca Brasileira, Gustavo Dahl, disse que “o cinema brasileiro é um tesouro escondido”, e, portanto, o Programa de Restauro da Cinemateca Brasileira, cumpre não apenas o papel de descobrir peças desse tesouro, mas também de “recuperar algumas das peças mais valiosas de nossa cultura cinematográfica, como “Xica da Silva””.

Emocionado, Cacá Diegues disse que, sucesso de público e crítica à parte, vê como um dos grandes êxitos de “Xica da Silva” o fato de, enfrentando e vencendo preconceitos, ter aberto um caminho que hoje é trilhado por muitos cineastas, fortalecendo a imensa diversidade temática que marca a produção cinematográfica brasileira.

A cerimônia incluiu uma sessão do filme para convidados.

Programa de Restauro

O programa promove, graças ao patrocínio da Petrobras e por meio de convocação pública, a restauração de filmes produzidos nas bitolas de 35mm ou 16mm, em preto e branco ou em cores. Nesta segunda edição, foram contemplados 12 proponentes, com um total de 15 títulos (oito curtas e sete longas-metragens), tendo o trabalho de restauração começado em seguida à divulgação dos resultados, em junho de 2010. Xica da Silva, projeto convidado pela Cinemateca a participar do Programa, é o primeiro resultado deste trabalho.

O filme foi restaurado inteiramente usando tecnologia digital 2k (que significa 2 mil pixels por linha horizontal de cada fotograma), sem compressão. Ao digitalizar o filme em película em 2k, cada fotograma passa a equivaler a uma imagem de aproximadamente 12 MB. Para se ter uma ideia da quantidade de informação gerada, um filme de 117 minutos de duração, como Xica da Silva, contém mais de 160 mil fotogramas (o que equivale a aproximadamente 2 TB).

Quando todas as restaurações previstas no Programa forem concluídas, será lançada uma caixa de DVDs, e o público poderá consultá-los no Centro de Documentação e Pesquisa da Cinemateca Brasileira. Além disso, o filme poderá ser visto em digital ou 35mm, sob demanda, respeitados os direitos autorais e as condições técnicas de projeção, procedimento padrão da Cinemateca Brasileira.

Veja aqui trecho da restauração do filme.

Leia também a matéria em inglês e espanhol.

(Texto e edição: Marcelo Carota, Ascom/SAv)
(Edição de imagem: Marina Ofugi, Ascom/MinC)
(Fotos: Augusto Canuto, Ascom/MinC)

Anúncios

Sobre SRSC

Journalist. Filmmaker. Audiovisual Researcher. MediaDesigner. English Teacher.

Olá cineasta! Obrigado pelo comentário. Visite nosso grupo no Facebook. Volte sempre. abrs. Turma Abedista Potiguar.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 20/06/2011 por em Audiovisual.
%d blogueiros gostam disto: