Blog da ABDeC / RN

Para quê serve a Film Comission?

Para que serve a Film comission?

Quem explica o cineasta paulista Romeu di Sessa

Carlos Tourinho


“Film comission não é só pra produção estrangeira mas nacional também, local, inclusive. Uma FC centraliza por exemplo os alvarás todos que são necessários pra uma equipe filmar. Então vamos dizer que eu, brasileiro nato e paulista, vou fazer um filme aqui em Sampa que tem uma cena que precisa fechar a Av. Paulista, e que depois vai ter um carro capotando e pegando fogo numa outra parte da cidade. Em vez de eu ficar correndo atrás de tudo, vou na FC paulista e consigo todas essas licenças, mais a ajuda do DSV e dos bombeiros pra filmar. Se uma equipe de Salvador vier filmar em Sampa, eles procuram a FC pra conseguir as mesmas coisas, mais indicação de hotel pra equipe se hospedar, mais o contato da Locall pra eles alugarem um estúdio. E assim por diante.
Quando você cria um sistema desse, você disponibiliza isso na Film Commission internacional, assim se alguma equipe de algum outro país (não precisa ser os EUA, pode ser o Irã também) vier filmar aqui, já sabe onde procurar ajuda. E tem a ver fazer isso, interessa pra todos. Vamos dizer que tenha uma equipe alemã querendo fazer um filme bíblico. Eles planejam filmar num deserto qualquer, no oriente médio. Aí chega a FC brasileira e mostra pra eles que fica mais barato e mais fácil filmar no Rio Grande do Norte, que eles vão contar com mais infra-estrutura, e não vão estar efetivamente no meio do deserto, ou seja fala pra essa equipe “filme comigo?”. Pronto, todo mundo sai ganhando, a equipe alemã, o Rio Grande do Norte, o Brasil, os técnicos daqui, a figuração daqui, etc.
Fora que também pode ajudar não só pra achar “paisagens bonitas”, pode ter uma equipe belga precisando de uma locação que seja um viaduto com 3 casas baixas, um largo no fundo, e um posto de gasolina à esquerda ou seja, uma locação qualquer bem específica, que por qualquer motivo fique mais fácil vir com a equipe e filmar aqui do que construir em estúdio. Tanto faz.
Essa história de que vem americanos pra cá pra destruir o cinema nacional, mais a flora e a fauna, e que uma film comission no fundo “vai ajuda-los” a fazer isso, você me desculpe a franqueza mas é um papo furado enorme. Primeiro porque não precisam vir americanos pra cá pra destruir nossa fauna, nós mesmos já fazemos isso com destreza. Depois porque certamente não são só equipes estrangeiras que podem fazer merda durante a filmagem. (até parece que ninguém aqui nunca marcou a parede de uma locação quanto colocou a barracuda…) e em última instância dá pra dizer que é exatamente o contrário do que você está falando, quer dizer, as equipes agem como agem porque não tem ninguém pra controlar. Uma FIlm Comission serve pra isso também, pra controlar o uso urbano. E óbvio, a partir dos NOSSOS interesses. Você achou mesmo que alguém ia se dispor a criar uma entidade pra servir a interesses contrários aos nossos, ambientais ou cinematográficos?
E só pra manter o bom humor, aqui você diz:
‘O que eles querem é ganhar dinheiro’
Você fala isso como se você estivesse revelando um grande segredo deles…
Por favor, quem que você conhece que não quer ganhar dinheiro? 🙂
Legal, vamos pensar sempre em tudo, em todos os aspectos, mas por favor vamos nos basear em qualquer coisa que não seja só paranóia.
aBRaços

Romeu di Sessa”
Anúncios

Sobre SRSC

Journalist. Filmmaker. Audiovisual Researcher. MediaDesigner. English Teacher.

Olá cineasta! Obrigado pelo comentário. Visite nosso grupo no Facebook. Volte sempre. abrs. Turma Abedista Potiguar.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 24/08/2011 por em Audiovisual, Cinema.
%d blogueiros gostam disto: