Blog da ABDeC / RN

Relato de Experiência – I Nossas Américas Nossos Cinemas

Como jovem pesquisadora, realizadora iniciante, exibidora e espectadora atuante, e amante incurável do audiovisual, é impossível quantificar a minha satisfação, prazer e orgulho de ter sido convidada – e ter participado – do I Nossas Américas – Nossos Cinemas, encontro de jovens realizadores do Brasil, América Latina e Caribe, sediado pela bela cidade Sobral, no interior do estado do Ceará, durante os dias 23 e 26 de maio.

Tratou-se de um encontro plural e participativo, em que jovens produtores, exibidores e pesquisadores – realizadores, de uma forma geral – tiveram a oportunidade de debater entre si e com cineastas com maior repertório acerca de suas realidades atuais, necessidades e anseios para o campo em que trabalhamos.

Sem que se privasse a um formato rígido de debate institucional, o encontro também possibilitou a troca de experiências, a interação, e o auto-conhecimento da produção Latino-Americana e Caribenha. Permeado por mostras, palestras ministradas por nomes como Erik Rocha e o documentarista francês Michel Régnier, mesas redondas a fim discutirem e situarem contextos e realidades diversas do audiovisual na América Latina e no Caribe e, ainda, as mesas de discussões, que aconteceram no período da tarde e corroboraram como pilares de sustentação para a escrita da Carta de Sobral, um momento único para os que dela participaram, de forma democrática e participativa.

A cidade de Sobral-CE, onde o evento aconteceu, fez jus ao título de “Princesa do Norte”, exibindo-se em receptividade e cordialidade aos visitantes que ali estiveram. Fomos recebidos com cortejos, shows e convites para que retornássemos à mãe-sede do primeiro Primeiro (e inesquecível) encontro de Jovens Realizadores da América Latina e do Caribe, do qual tive (e tenho, uma vez que é necessário colocar em prática tudo o que foi lá aprendido e debatido, em prol do crescimento conjunto das Nossas Américas e dos Nossos Cinemas) a honra de participar, representando o Rio Grande do Norte, o jovem potiguar, e a ABD-RN.

Os trabalhos continuam, os contatos, parcerias e os sonhos – que se sonhados em conjunto e esquematizados, são realidades iminentes!

Anúncios

Olá cineasta! Obrigado pelo comentário. Visite nosso grupo no Facebook. Volte sempre. abrs. Turma Abedista Potiguar.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 05/06/2012 por em Audiovisual.
%d blogueiros gostam disto: